segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Love is forever

Não percebo onde estão as tuas dúvidas
Eu não brinquei quando disse que te amaria para sempre
É assim tão dificil aceitar?
Aceita o facto de que te amo tão ou mais intensamente
Do que os amores que se vêem nos filmes 
Toda a gente sonha com um amor de filme
E tu tens esse amor aqui, eu
Não me desperdiçes
Vamos juntos amar-nos e...
E ser felizes como nunca ninguém foi.
És tudo.

9 comentários:

  1. às vezes era bom que bastasse estalarmos os dedos, e as coisas acontecerem.

    ResponderEliminar
  2. Por duas vezes que te comentei o blog tive tendência a chamar-te 'marcus' por causa do nome do mesmo :p
    Está fantástico!

    ResponderEliminar
  3. Não interiorizes as palavras; leva-as contigo para um diálogo proveitoso.
    É cara a cara que as dúvidas se esclarecem...

    ResponderEliminar
  4. Uma vez li que "a paixão só dura três meses, depois vem o amor".

    Não seio o porquê mas apeteceu-me escrever isto aqui.

    Com o tempo irás aprender que o amor nem, sempre tem folgo constante. Às vezes arrefece um pouco mais, outras aquece tanto que queima tudo em volta.

    Mas que raio estou eu aqui a escrever... não entendo quase nada deste assunto...

    ResponderEliminar

É necessário dizer que quero muito que comentes? Ok, eu quero muito que comentes os meus textos :D.
Obrigado pelo teu comentário.